MENU

Leniliz Ornellas no YouTube

Mulheres Reais Acima Dos 40 Que Fazem A Diferença

13 de outubro de 2016

Oi fashionistas! Mulheres reais está de volta, e para este mês o tema é bem legal. Este mês nós iremos conhecer quatro mulheres com idade acima dos 40  que fazem a diferença. Cada uma delas contará sua história aqui no blog para vocês.

Hoje vamos conhecer Joelma Muniz.  Casada,  mãe de Lyon.

Seguem as perguntas e repostas ok?  Simbora!

 

Nome completo  – Joelma Muniz Ferreira Schur

Idade – 49 anos

Profissão  ou ocupação. - Professora

Porque aceitou participar da campanha? -

Porque preciso de uma forma ou de outra, auxiliar com minha experiencia, uma série de mulheres e homens que também são lindos , mas que  estão com  autoestimabaixa, por uma série de questõess que precisam ser encaradas e tratadas. Dessa maneira nos afirmaremos e seremos referencias positivas para gerações que virão.

 

Em algum  momento da vida passou por uma fase de não  aceitação?  E qual seria?

Não deveria ser assim, mas infelizmente passei sim . Minha fase entre os 10 aos 12 e na adolescência.

E por que as crianças negras sofrem mais? Por que a sociedade embranquece tudo. E todos tem que ter cabelos lisos, e pele clara, e nariz afilado e olhos azuis ou esverdeados para que as pessoas sejam bonitas. Vou contar uma experiência que aconteceu comigo na minha fase infantil. Quando eu tinha 10 anos mudei de escola e fui colocada na 4a.B, e tinha umas colegas na 4a.A. Elas tinham cabelos lisos e eram brancas e sempre no horário do intervalo quando eu ia brincar com elas, porque elas poderiam ficar junto com o meninos da minha classe. Isso me machucou muito e eu contei ao meninos da minha classe o que as garotas da outra turma tinham feito comigo. Então, com a demonstração de solidariedade e amizade por mim. Esses garotos, com os quais elas queriam estar brincando no intervalo, só brincavam comigo. Jogavam gude, brincavam de pega pega, conversávamos, riamos, nos davamos super bem e essas garotas que tentaram me menosprezar por conta da minha cor de pele e cabelo, passaram a correr atrás de mim para que elas tivessem a chance de brincar com os garotos mais lindos da escola e que eram meus amigos incondicionalmente.

 

mulheres acima dos 40

Se sim, como conseguiu reverter a situação?

O primeiro momento de reversão para mim, foi nesse período escolar. Os meus colegas de classe mostraram para mim, que não importava para eles, a cor da minha pele nem o tipo de cabelo que eu tinha, mas o que eu tinha de verdadeiramente interessante para oferecer. A minha amizade. Segundo momento da minha vida, foi quando eu já na idade adulta, resolvi romper com todos os paradígmas, numa época em que mulher de cabelo raspado, fazia parte de alguma religião afro. Estava cansada de tentar alisar meu cabelo e nunca me sentia satisfeita com isso. O cabelo nunca ficava como eu imagina e isso me frustrava. Um dia, aos meus 26 anos de Idade, cheguei em um salao, após ter saido da Universidade e pedi a cabeleireira para passar a máquina 2 no meu cabelo. Naquele momento, eu me senti liberta de toda e qualquer cobrança estabelecida pela sociedade hipócrita. Ao ter minha cabeça completamente nua, eu conseguia enxergar o qual linda eu era e o qual afirmativa eu poderia ser para tantas outras mulheres que desejasse enxergar sua beleza interior. Depois desse dia, em ordem crescente, muitas mulheres na minha cidade, passaram a cortar o cabelo com máquina e passaram a mostrar o quanto elas eram lindas, ao natural.

 

Como é  sua relação  com autoestima?

Super positiva. Me olho no espelho e sempre vejo a beleza que eu sempre tive e sempre terei do jeito que eu sou. Com meu cabelo crespo e lindo!!!

mulheres acima dos 40

O que acha dos padrões de beleza muitas vezes imposto pela sociedade?

A sociedade sempre impôs e sempre imporá tendências. O mundo vive em torno de influencias e as pessoas que ainda não buscaram dentro de sim, seu verdadeiro padrão, sempre estarão a mercê do que a sociedade impuser. Nunca fui mulher de me seguir pelos padrões impostos pela sociedade. Sempre criei meu próprio estilo e sempre me destaquei nos grupos onde estivesse como sendo autêntica, linda, fashion. Precisamos ser o que somos, desenvolvermos a harmonia das cores, dos cortes, sem necessariamente termos que agradar aos outros. Entretanto, precisamos acima de qualquer coisa, estar satisfeitos com o que escolhemos para nossas vidas.

 

Qual sua dica e palavra de incentivo para quem esteja passando por um momento

de autoestimabaixa ou não se aceita ?

Se tranque no banheiro, se olhe no espelho, bem lá dentro de você e tire dai de dentro, a mulher /o homem linda(o)e poderosa(o) que está escondido dentro de padrões que de uma forma ou de outra não lhe satisfaz. Busque seu próprio estilo, busque sua própria tendência, curta sua beleza, se ame, pois você sempre será lindo se conseguir enxergar essa beleza no âmago do seu ser.

E aí, gostaram da história de Joelma?

 

Beijos da baiana.

Deixar um comentário

2 Respostas para "Mulheres Reais Acima Dos 40 Que Fazem A Diferença"

Pâmela
18-10-2016 @ (12:55)

Muuuito positiva a história da Joelma.. traz inspiração. Vai dando coragem. Gostei!


Joelma Schur
05-11-2016 @ (23:15)

Essa e muitas outras histórias servem para mostrar que somos seres empoderados. O poder precisa nascer dentro de cada um de nós, precisa ser enxergado dentro de nós mesmos e precisamos abrir a porta que está trancando esse poder para que ele possa aflorar. Desperte a beleza que há em voce, ouse, harmonize, experimente, mas nao esqueca jamais que, nao seguir padroes nao quer dizer nao harmonizar cores e sabores, . Ser fashion é ser voce!!!! Entao seja voce!!!


Últimos posts

- Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Cabeçalho e logotipo por User TI e Comunicação